O CORAÇÃO “VERDE” DO CENTRO DE TESTES DE TURIM

O Centro de Testes de Turim criou uma autêntica "green factory" aumentando a eficiência energética dos processos e reduzindo as emissões de Co2. Assim, a inovação continua sendo uma garantia de sucesso.

O Centro de Testes de Turim da FPT Industrial é considerado referência mundial para o desenvolvimento e certificação de motores e de sistemas de pós-tratamento de última geração, bem como para o desenvolvimento de eixos e transmissões. Desde 2014, iniciaram  processos  de renovação centrados na experimentação e melhoria, levando mudanças radicais com "impacto zero" do ponto de vista ambiental.

 

A renovação envolveu todo o complexo que abrange uma área de 28.000 metros quadrados e onde trabalham cerca de 400 pessoas, incluindo engenheiros, técnicos e operários especializados. Nos últimos anos, no Centro de Testes de Turim, foram fabricadas algumas novas câmaras especiais, aumentando para 90 o número total de câmaras atualmente em funcionamento.

 

A câmara climática-barométrica, por exemplo, dispõe de equipamentos e sistemas de controle de ponta: lá é possível definir e reproduzir parâmetros meteo-climáticos de -35 a +40 graus e simular condições de altitude que podem variar desde o nível do mar até 4.000 metros. Outra das jóias da coroa é a câmara dedicada ao desenvolvimento de veículos híbridos leves equipada com um sistema "battery simulator" e "tilting" em que são testados os propulsores com inclinações máximas de 45 graus em todos os eixos para simular usos especiais como os do setor agrícola, marítimo e para pedreiras e canteiros de obra.

 

A sustentabilidade e a atenção ao consumo também foram premissas para os ambientes de trabalho. Em todas as áreas, as instalações de iluminação foram convertidas em Led com sistema de gerenciamento de controle e foram inseridos sistemas solares termodinâmicos cogeradores de concentração como Trinum, que produzem energia elétrica e água para todo o edifício permitindo uma economia considerável no consumo de água.

 

No centro do projeto está a cultura de desenvolvimento e aperfeiçoamento contínuo, o "coração verde" da FPT Industrial que em 2016 foi capaz de produzir energia acima de 2.700.000 kWh.​